terça-feira ,26 setembro 2017
Home / Esporte / TJD aceita pedido do Atlético-MG e reduz a pena de Fred, que pode jogar o clássico

TJD aceita pedido do Atlético-MG e reduz a pena de Fred, que pode jogar o clássico

Por seis votos a três, Tribunal decide pela redução da pena do centroavante: de quatro para três jogos; como já cumpriu os três, está liberado para enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão

O atacante Fred está liberado para enfrentar o Cruzeiro, domingo, no Mineirão, às 16h (de Brasília), no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. O Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG) votou, na noite desta terça-feira, e, por seis votos a três, reduziu a pena do centroavante: de quatro, para três jogos. Como já ficou fora de três partidas desde a expulsão, o camisa 9 já pode retornar no primeiro jogo da decisão.

No julgamento desta terça, a primeira tentativa do Atlético-MG foi a de anular a primeira decisão, quando o centrovante foi punido com quatro jogos. O argumento era que o auditor André Bernardes, um dos votantes na ocasião, é torcedor do Cruzeiro e já demonstrou “ódio” ao clube alvinegro nas redes sociais. Não deu certo. Por sete votos a três, o Tribunal optou por manter a validade do primeiro julgamento.

VEJA COMO FOI O JULGAMENTO DESTA TERÇA

Na segunda – e mais importante – decisão, porém, o resultado foi favorável ao Galo, reduzindo a pena de Fred. A presença do centroavante na finalíssima é ainda mais importante se for considerada a suspensão de Rafael Moura, reserva imediato, por três cartões amarelos.

Fred compareceu ao julgamento ao lado de Francis Melo, seu assessor e empresário. Curiosamente, a presença só foi possível graças a uma “fugidinha” da concentração do Galo. O elenco já está reunido na Cidade do Galo desde o final do treino desta terça, já que, nesta quarta, o time enfrenta o Libertad-PAR, pela Libertadores, no Independência.

A punição de três jogos foi cumprida por Fred nas partidas contra a Caldense, pela última rodada da primeira fase, e nos dois jogos da semifinal, contra a URT. A agressão ao Manoel ocorreu no clássico do dia 1º de abril, pela 10ª rodada do Estadual.

“Vou dar a vida para vencer”

Após o fim do julgamento, ainda na sede da Federação Mineira de Futebol, Fred deu entrevista, garantiu que aprendeu com o ocorrido e com a suspensão e disse que, a partir de agora, a sensação é que começa um novo campeonato para ele.

– A gente aprende sim. A gente sabe que acontece em campo, aquele empurra-empurra, jogadas ríspidas. O que vou tentar fazer, quando tiver uma disputa muito grande, é sair um pouco. Em momento algum tive intenção de atingir o companheiro, que é o Manoel, de machucá-lo, nem soco dei. Tentei sair dele, para conseguir espaço. Sou centroavante, sempre tenho dois, três zagueiros em cima de mim. Mesmo sendo artilheiro isolado, mesmo com boas atuações do time, a sensação é que começa um novo campeonato para mim e que eu vou dar a vida para vencer.

Aliviado, o centroavante concordou com a punição e lembrou que precisa voltar à Cidade do Galo para a concentração antes do jogo pela Libertadores.

Pelo meu erro, tinha que ser punido. Tinha consciência disso, mas consegui a pena mínima do artigo 254, onde posso jogar essas duas finais. Agora é concentrar, falar em concentração vou ter que estar concentrado, vou ter que ir para o CT agora, para poder jogar (contra o Libertad). Mas é uma sensação de alívio. Participar de todo o campeonato e ficar agora fora do grande clássico, seria muito ruim para todo mundo. Estou muito feliz e vou poder jogar.

Por:globoesporte.globo.com

Você pode Gostar de:

Dramático, sofrido e finalista: Galo empata com Inter e está na decisão da Copa do Brasil

“Lutem pela massa”, dizia o mosaico da torcida no Independência. Quem disse que seria fácil? …

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *